Muitas pessoas quando começam a fotografar, se preocupam com o sair do modo automático e ir para o modo manual, imaginando que suas fotos sairão melhores por causa disso…

Essa dica que o Guia da Fotografia vai apresentar, é uma regra usada para o enquadramento conhecida como a regra dos terços e vai deixar suas fotos 10x melhores.

Podemos dizer que essa Regra na verdade é uma ferramenta que você vai utilizar para organizar os elementos na imagem. O conceito é simples, divide-se proporcionalmente o quadro da foto com duas linhas paralelas verticais e duas, paralelas e horizontais. Isso deve resultar em uma grade assim:

terco

Algumas câmeras, na verdade a maioria tem uma opção de visualizar a grade.

grade na camera

grade ativa na sua camera

Nas quatro intersecções dessas linhas, apontadas pelo círculo vermelho, estão localizados os pontos áureos da imagem. Nesses pontos ficam localizados as regiões da imagem que a pessoa que esta vendo a imagem vai se concentrar. A regra dos terços nos ajuda a posicionar o assunto mais expressivo da imagem nesses pontos para criar uma leitura mais harmoniosa da cena. Doido né?

Número de Deus na Natureza

Número de Deus na Natureza

A nível de curiosidade, um matemático italiano conhecido como Fibonacci descobriu também ser essa a razão proporcional que rege o crescimento na natureza, presente nas estruturas do corpo humano, das plantas, na formação dos crustáceos e por aí vai.

Esta razão esta presente em coisas que você nem pode imaginar e recebe vários nomes como a razão de ouro, número de Deus, divina proporção, número de ouro ou somente proporção áurea.

Razão aurea

Proporção áurea

Veja no quadro da Mona Lisa de Da Vinci.

Voltando a fotografia, segundo alguns estudos do comportamento humano, também o olho, busca numa imagem primeiramente os pontos áureos (de intersecção) para depois chegar ao meio, então são nesses pontos que você deve concentrar o enquadramento do que esta sendo fotografado.

Veja alguns exemplos…

Para fotografar paisagens:

Use posicionar as linhas horizontais da grade junto a linha do horizonte ou em linhas dos assuntos que provoquem uma divisão na foto, seja de luz, de cor ou de textura.

 

As linhas da grade sobre a linha do horizonte da paisagem. (FOTO: Debora Bah) - f/10 1/400sec ISO-320 35mm

As linhas da grade sobre a linha do horizonte da paisagem. (FOTO: Debora Bah) – f/10 1/400sec ISO-320 35mm

Para fazer retratos:

As mesmas linhas horizontais servem para localizar os olhos do sujeito. E em fotos de grupo, é ótimo para posicionar as cabeças.

As linhas nos ajudam a posicionar o motivo mais expressivo da imagem nos pontos áureos para criar uma leitura mais harmoniosa da cena. (FOTO: Debora Bah) - f/2 1/60sec ISO-800 50mm

As linhas nos ajudam a posicionar o motivo mais expressivo da imagem nos pontos áureos para criar uma leitura mais harmoniosa da cena. (FOTO: Debora Bah) – f/2 1/60sec ISO-800 50mm

Para fotografar coisas grandes:

As linhas verticais da grade servem muito na hora de fotografa bosques, árvores, cachoeiras, aspectos específicos da arquitetura ou uma pessoa em primeiro plano com um assunto amplo como fundo.

A regra dos terços nos ajuda a destacar as áreas de interesse na imagem. (FOTO: Debora Bah) - f/5 1/80sec ISO-100 35mm

A regra dos terços nos ajuda a destacar as áreas de interesse na imagem. (FOTO: Debora Bah) – f/5 1/80sec ISO-100 35mm

Para isolar as áreas de interesse:

Busque criar áreas de foco específico para os pontos áureos, isolando os assuntos nessas intersecções da grade.

São diversas as alternativas criativas para usar a regra dos terços. (FOTO: Debora Bah) - f/22 1/400sec ISO-1000 22mm

São diversas as alternativas criativas para usar a regra dos terços. (FOTO: Debora Bah) – f/22 1/400sec ISO-1000 22mm

Aqui vão mais alguns exemplos simples para você entender melhor a aplicação desse conceito:

casal enquadrado

casal enquadrado

animal enquadrado

animal enquadrado

Veja… para toda a regra a uma excessão! Não se prenda 100% nessa regra, arrisque, saia dela as vezes… experimente, pois todo fotografo tem seu estilo.

Diga como foi sua experiência depois dessa super dica. Abraços

 

Sobre o autor

Vinicius Marques

Autodidata, pai de duas leoninas e marido de uma esposa maravilhosa. Amo fotografia! Registro o mundo nos detalhes que eu vejo, fotografar me ajuda a esquecer dos problemas e quem disse que não é a solução deles. Aprendi a fotografar 100% pela Internet e gostaria de passar para as pessoas em forma de retribuição todo o conhecimento relacionado possível.

Uma resposta

  1. Otavio

    Bom dia, Vinícius! Muito obrigado pelas dicas/técnicas de fotografia! Tenho uma dúvida em relação às fotos de estrelas e planetas: é necessário deixar todos os níveis de ISO, velocidade de obturador e abertura de diafragma no máximo? Como se trata de objetos a uma distância enorme, ouvi dizer que também é necessário colocar o foco no infinito. É possível fazer isso em uma máquina que não tenha lentes intercambiáveis, como a Sony DSC H50? Obrigado.

    Responder

Deixar resposta

Seu email não será publicado.